Encontro com a doutora Altina II

5 Março 2009

Tiveram hoje finalmente a honra de conhecer a professora Altina Ramos. Pelo que vi, ouvi e  senti foi um encontro que nos deixou marcas muito verdadeiras. Estão todos de parabéns pela forma como ouviram e participaram neste encontro.

Na semana da leitura transcrevo o texto que foi lido no início da sessão.

“Os animais falam e transmitem informações. Mas não escrevem. Não são capazes de tornar a informação acessível às gerações futuras ou aos animais fora do alcance do seu sistema de comunicação. É essa a distinção crucial entre os homens e os outros animais. A escrita. […].
… [O homem] é capaz de tornar a informação acessível aos outros homens por tempo ilimitado através da escrita. Os animais falam. Não escrevem”.

(William Burroughs, A Revolução Electrónica, p. 5-6).

Agora é tempo de vos ouvir. Digam o aspecto que mais vos marcou neste encontro. Pode ser uma palavra… Uma frase…

Anúncios

12 Responses to “Encontro com a doutora Altina II”

  1. João Fernandes Says:

    Antes de tudo queria dizer que foi um encontro muito agradável, não só por a Dr. Altina Ramos ser muito simpática mas ao mesmo tempo é muito divertida e tornou este encontro muito agradável.
    Acho que os elogios que a Dr. Altina fez dão ainda mais força para continuar este projecto que temos vindo a desenvolver há 3 anos.

    🙂

  2. Dulce Enes Says:

    Eu gostei da parte em que a professora Altina Ramos comparou a sensação que teve ao ver-nos, com a sensação que se tem ao encontrar um ídolo.
    Concordo com o João André, precisamos deste tipo de elogios. Enriquecem-nos. 😀

  3. Daniel Enes Says:

    Concordo com ambos, foi um encontro muito agradável e acho k nos insentiva mais ao termos este tipo de elogios.

  4. Daniel Enes Says:

    Concordo com ambos, foi um encontro muito agradável e acho que nos incentiva mais ao termos este tipo de elogios.

  5. daniela Says:

    Pode se dizer que foi uma excelente experiência…A Dr..Altina Ramos é uma pessoa bastante simpática,extrovertida e fez nos ver que temos que nos esforçar para obter aquilo que queremos,…E com esforço conseguimos obter,mas temos que nos empenhar…Acho que as palavras dela incentivou muito dos alunos…É bom receber elogios por aquilo que fazemos..

  6. Gabriel Vilas Boas Says:

    O encontro com a Dr. Altina Ramos, foi muito bom, pois ela mostrou que gosta do projecto e que está muito empenhada. Também fez bastantes elogios que proporcionam uma melhor e maior interactividade por parte nossa(alunos) no blogue. Achei muito interessante este encontro e espero que a experiência se repita.

  7. Rui Gomes Says:

    Gostei do encontro, e na minha opinião a professora Altina incentivou-nos a ler e a não desistir da ideia do Blog.

  8. Diana Vale Says:

    Gostei muito do encontro com a prefessora Altina Ramos.
    Foi bastante interresante.

  9. Sofia Vale Says:

    A professora Altina falou de leitura hipermédia. Na aula passada de língua portuguesa colocou-se a questão; “Onde será mais fácil de procurar a biografia de um escritor?”
    Pela internet iríamos encontrar bastante informação e sobretudo actualizada, contudo também nos iríamos confrontar com Websites que iriam ter informação diferente da que desejávamos.
    Por outro lado temos a diciopédia onde a informação seria menos e pouco actualizada, porém não corríamos o risco de encontrar informação sobre outros temas.
    Concluímos que a internet seria mais prática, contudo não podemos ser “burros de carga das novas tecnologias”, como diz a professora Altina, ou seja devemos utiliza-las de forma útil.
    Gostaria de agradecer á professora Altina por se ter disponibilizado e nos ter vindo fazer uma visita:D

  10. Sofia Vale Says:

    A professora Altina falou de leitura hipermédia. Na aula passada de língua portuguesa colocou-se a questão; “Onde será mais fácil de procurar a biografia de um escritor?”
    Pela internet iríamos encontrar bastante informação e sobretudo actualizada, contudo também nos iríamos confrontar com Websites que iriam ter informação diferente da que desejávamos.
    Por outro lado temos a diciopédia onde a informação seria menos e pouco actualizada, porém não corríamos o risco de encontrar informação sobre outros temas.
    Concluímos que a internet seria mais prática, contudo não podemos ser “burros de carga das novas tecnologias”, como diz a professora Altina, ou seja devemos utiliza-las de forma útil.
    Gostaria de agradecer á professora Altina por se ter disponibilizado e nos ter feito uma visita:D

  11. Paulo Faria Says:

    Obrigado a todos que participaram com estes comentários. Permitam-me que destaque o comentário da Sofia que, para além de revelar uma reflexão muito útil acerca do contributo das tecnologias, faz uma excelente síntese do nosso encontro.

  12. Altina Says:

    Olá a todos,

    Muito mais tarde do que queria, cá estou a partilhar convosco o que me ficou do nosso encontro.

    Começo pelos aspectos sócio-afectivos: adorei estar convosco! Achei-vos jovens interessados, atentos, muito educados e receptivos. Claro que este bom ambiente facilita desde logo a comunicação!
    Depois, lembro a emoção que senti diante de todos vós. Como bem disse a Dulce, foi a sensação de ter ao pé de mim “ídolos”, um conjunto de pessoas que muito admiro e que, de repente, “deixaram de ser virtuais e passaram a ser reais”. Esta expressão está entre aspas porque foi dita por um menino do Jardim da Drª Ádila quando eu entrei na salinha deles, nesse mesmo dia.
    Sabem que, ao ver o vosso trabalho, a tendência era pensar em alunos mais velhos… ao ver-vos tão jovens, (como é normal no 9º ano, não é?:))penso: se aos quinze anos trabalham assim, que farão daqui para a frente?
    Chego então ao que mais admiro em vós: o esforço individual e colectivos de trabalharem cada vez melhor; o espírito de ajuda, de partilha e de solidariedade que se reflecte tantas vezes nos vossos blogues, o do Professor incluido; a naturalidade com que expõem as dúvidas ou a elas respondem sem medo de serem (mal)julgados; o respeito pelo trabalho e pela pessoa dos colegas, quando fazem comentários, por exemplo; a audácia de responderem a desafios muito difíceis do Professor, lembro-me dos mapas de conceitos, entre outras actividades; a maturidade com que falam de obras literárias de leitura livre; o espírito crítico quer em relação ao trabalho próprio quer ao dos outros; a responsabilidade de construirem os vossos conhecimentos… enfim, um sem número de características positivas que hão-de ajudar-vos muito na Escola e na Vida!
    Mas quero lembrar um aspecto muito importante: ninguém cresce sozinho e vocês não são excepção. Saliento, em primeiro lugar, o papel decisivo do vosso Professor, mas também o da Escola, da Família, dos Amigos e de tantas outras pessoas e circunstâncias sem as quais o vosso sucesso não seria o mesmo, de certeza. Valorizem-nos a todos, valorizem tudo o que contribui para o vosso crescimento intelectual e afectivo!
    Parabéns de novo e continuem a procurar ser sempre melhores, como estudantes e como pessoas! O trabalho é um bom meio, senão o único, de o conseguirem!
    Acabo como comecei, na Escola, dedicando-vos este pensamento de Einstein: “O único sítio onde o sucesso vem antes do trabalho é no dicionário”.

    Continuo vossa fã, continuem a surpreender-me!
    Altina


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: