Álvaro Magalhães, O Brincador

17 Fevereiro 2009

O direito de brincar e de nos divertirmos deve ser um direito inalienável de qualquer ser humano. Numa leitura de fim-de-semana, a minha amiga Cristina Pinto partilhou um excerto do livro “O Brincador” de Álvaro Magalhães. Deliciem-se!

«Quando for grande, não quero ser médico, engenheiro ou professor.
Não quero trabalhar de manhã à noite, seja no que for.
Quero brincar de manhã à noite, seja com o que for.
Quando for grande, quero ser um brincador.
Ficam, portanto, a saber: não vou para a escola aprender a ser um médico, um engenheiro ou um professor.
Tenho mais em que pensar e muito mais que fazer.
Tenho tanto que brincar, como brinca um brincador, muito mais o que sonhar, como sonha um sonhador, e também que imaginar, como imagina um imaginador…
A mãe diz que não pode ser, que não é profissão de gente crescida. E depois acrescenta, a suspirar: “é assim a vida”. Custa tanto a acreditar. Pessoas que são capazes, que um dia também foram raparigas e rapazes, mas já não podem brincar.
A vida é assim? Não para mim. Quando for grande, quero ser brincador. Brincar e crescer, crescer e brincar, até a morte vir bater à minha porta. Depois também, sardanisca verde que continua a rabiar mesmo depois de morta. Na minha sepultura, vão escrever: “Aqui jaz um brincador. Era um homem simples e dedicado, muito dado, que se levantava cedo todas as manhãs para ir brincar com as palavras.»

O Brincador,
Álvaro Magalhães

4 Responses to “Álvaro Magalhães, O Brincador”

  1. Sofia Vale Says:

    Gostei muito do texto…

    Está muito engraçado😀

  2. Cristn@ Says:

    Olá “Brincadores”…Na sexta-feira passada encontrei este livro na livraria de Vila Cova e fiquei logo apaixonada pelo título…e pelas palavras que foi possível encontrar dentro dele…

    Vejam “Porque é que as coisas são assim tanto como são?”
    http://homepage.mac.com/mnemosine/iblog/B1320236471/C1609706860/E20060526145752/index.html

    Ou “O Caçador de Borboletas”:
    http://espaco-horizontes.blogspot.com/2007/05/o-caador-de-borboletas-lvaro-magalhes.html

    Ou já agora, aproveitem e “limpem as palavras”:
    http://www.eseb.ipbeja.pt/sameiro/LimpaPalavras2.pdf

    Beijinhos e bom Carnaval


  3. alvaro magalhaes queria que disseses me onde vives, o que fazes, que livros ja escreveu, quais sao as suas preferencias, e que temas aborda nos seus livros.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: