Um Bom Ano!

2 Janeiro 2009

Desejo-te Tempo!

Não te desejo um presente qualquer,

Desejo-te somente aquilo que a maioria não tem.

Desejo-te tempo, para te divertires e para sorrir;

Desejo-te tempo para que os obstáculos sejam sempre superados

E muitos sucessos comemorados.

Desejo-te tempo, para planear e realizar,

Não só para ti, mas também para os outros.

Desejo-te tempo, não para ter pressa e correr,

Desejo-te tempo para te encontrares,

Desejo-te tempo, não só para passar ou vê-lo no relógio,

Desejo-te tempo, para que fiques;

Tempo para te encantares e tempo para confiares em alguém.

Desejo-te tempo para tocares as estrelas,

E tempo para crescer e amadurecer.

Desejo-te tempo para aprender e acertar,

Tempo para recomeçar, se fracassares…

Desejo-te tempo também para poder voltar atrás e perdoar.

Desejo-te tempo, para ter novas esperanças e para amar.

Não faz mais sentido protelar.

Desejo-te tempo para ser feliz.

Para viver cada dia, cada hora como um presente.

Desejo-te tempo, tempo para a vida.

Desejo-te tempo. Tempo. Muito tempo!

(Autor Desconhecido)

Anúncios

10 Responses to “Um Bom Ano!”

  1. Sara Branco Says:

    Gostei muito deste poema, está maravilhoso. Um poema muito bem pensado. Adorei!

  2. Sofia Vale Says:

    Concordo com a Sara, é um poema muito bem pensado. Nos dias de hoje as pessoas já não tem tempo para nada, passam a vida a correr deixando por fazer as coisas mais importantes da vida, como amar, ajudar os que mais precisam…
    Todos nos precisamos de tempo, nos dias de hoje 24 horas por dia já não chegam…

  3. Luísa Freixo e Sandra Gonçalves Says:

    Concordo com a Sara, o poema é muito bom. Gostei muito…

  4. Diana Sá Says:

    Por vezes nós esquecemo-nos do que realmente é importante nesta vida, que pode ser tão curta e capaz de não nos dar tempo para aproveitá-la. Devemos viver um dia de cada vez, com quem seja capaz de nos fazer realmente feliz. Alguém em quem podemos confiar e seja capaz de nos ajudar nos bons e nos maus momentos, alguém que seja capaz de nos ouvir sem nos recriminar. Aproveitem a vida dêem um pontapé nos maus momentos para que façam parte do passado.


  5. Eu também gostei muito do poema…

    E principalmente das palavras da Diana.
    Boa tarde


  6. Professor coloquei no meu blogue um soneto de Ary dos Santos. “Soneto de Inês”, foi o soneto que ouvimos na aula, que era dedicado a D.Inês de Castro. Gostava que o visse e me disse-se algo.
    Boa tarde.

  7. Ana Gomes Says:

    Também gostei muito, está maravilhoso.

  8. Dulce Enes Says:

    Gostei muito do poema. É realmente o que a maioria das pessoas precisam: TEMPO. Acima de tudo para viver.

    Está mesmo muito bem escrito.

    Continuação de Bom Domingo

  9. João Fernandes Says:

    De facto um poema fascinante. Gostei muito! Também o tempo é uma coisa que se pode gerir, mas mesmo assim ás vezes não há tempo para realizar determinadas tarefas que desejavamos realizar.
    Era bom que se reinventasse o TEMPO!


  10. Todos os meus colegas têm razão. O tempo é um bem precioso, que é preciso ser aproveitado com inteligência. Bom ano para todos!


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: