Dia Internacional do Professor

4 Outubro 2008

Uma sugestão da Diana, na véspera da comemoração do Dia Internacional do Professor.

Professor, diz-me porquê?
Por que voa o papagaio
que solto no ar
que vejo voar
tão alto no vento
que o meu pensamento
não pode alcançar?
Professor diz-me porquê?
Por que roda o meu pião?
Ele não tem nenhuma roda
E roda gira rodopia
e cai morto no chão…
Tenho nove anos professor
e há tanto mistério à minha roda
que eu queria desvendar!
Por que é que o céu é azul?
Por que é que marulha o mar?
Porquê?
Tanto porquê que eu queria saber!
E tu que não me queres responder!
Tu falas falas professor
daquilo que te interessa
e que a mim não interessa.
Tu obrigas-me a ouvir
quando eu quero falar.
Obrigas-me a dizer
quando eu quero escutar.
Se eu vou a descobrir
Fazes-me decorar.
É a luta professor
a luta em vez de amor.
Eu sou uma criança.
Tu és mais alto
mais forte
mais poderoso.
E a minha lança
quebra-se de encontro à tua muralha.
Mas
enquanto a tua voz zangada ralha
tu sabes professor
eu fecho-me por dentro
faço uma cara resignada
e finjo
finjo que não penso em nada.
Mas penso.
Penso em como era engraçada
aquela rã
que esta manhã ouvi coaxar.
Que graça que tinha
aquela andorinha
que ontem à tarde vi passar!…
E quando tu depois vens definir
o que são conjunções
e preposições…
quando me fazes repetir
que os corações
têm duas aurículas e dois ventrículos
e tantas
tantas mais definições…
o meu coração
o meu coração que não sei como é feito
nem quero saber
cresce
cresce dentro do peito
a querer saltar cá para fora
professor
a ver se tu assim compreenderias
e me farias
mais belos os dias.

Alice Gomes

Anúncios

8 Responses to “Dia Internacional do Professor”

  1. Ana Rita Duarte Says:

    Está mesmo fascinante!
    Ai a idade dos porquês… (sorriso) Naquela idade em que fazemos perguntas tão ingénuas e tão genuínas.
    Continuação de um bom fim-de-semana


  2. Boa tarde!
    Era só para dizer que já coloquei no blog o resumo do livro: “História de uma gaivota e do gato que a ensinou a voar”.
    E no resumo referi o que mais me marcou neste livro, foi a solidariedade e a entreajuda transmitida numa história fabulosa.
    Fique Bem
    Continuação de bom fim-de-semana

  3. Paulo Faria Says:

    Um bom domingo para a Rita e para o João.

  4. Gabriel Vilas Boas Says:

    Boa tarde, professor.

    O poema aqui representado está muito bom. Era só para dizer que não fui eu que li o “Moby Dick”, mas está na minha lista. Desde das últimas férias que venho a desenvolver uma paixão pela leitura de livros volumosos. Continuação de um bom fim-de-semana professor.

  5. carla enes Says:

    Gostei do poema, é um poema deslumbrante!

  6. Paulo Faria Says:

    Quem está a ler o “Moby Dick”, alguém me pode dizer?

  7. Joel Miranda Says:

    Gostei muito deste poema. Eu não estou a ler esse livro.

  8. emyllyn Says:

    eu adore este poema muito bonito


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: