Viva o Dia da Liberdade!

25 Abril 2008

O 25 de Abril é uma das datas mais importantes da nossa história.
E para que não percamos a memória, para que saibamos o verdadeiro sabor da Liberdade, falem com os vossos pais, com os vossos familiares mais velhos, façam pesquisas para compreenderem o verdadeiro significado desta data.

Se quiserem, partilhem aqui as vossas descobertas, deixem um comentário acerca da Revolução dos Cravos há 34 anos.

A música assumiu uma importância em todo o processo revolucionário. Deixo-vos uma das músicas mais emblemáticas do 25 de Abril – “Grândola Vila Morena”, uma das “senhas” da Revolução dos Cravos.

Agradecemos a partilha do trabalho realizado pelas crianças do Jardim de Infância de Rio Côvo – Sta. Eulália, Barcelos.

[mixwit_mixtape wid=”b57d37e818e0e862e70963943f30e392″ pid=”64335b8dbd5fffcc96f691cb5d4b2859″ width=”426″ height=”327″ center=”true”]

foto

Uma pergunta: alguém sabe o simbolismo do Cravo Vermelho? E, já agora, por que se deu a revolução?

7 Responses to “Viva o Dia da Liberdade!”


  1. oi sor……. tou a estudar para a ficha de trabalho

    bom fim de semana.

  2. carla enes Says:

    Uma bonita música mas eu prefiro as da actualidade.
    Bom feriado e bom fim de semana


  3. Esta música de José Afonso é a segunda senha, a primeira foi “E depois do Adeus” de Paulo de Carvalho.
    A Revolução deu-se porque o povo português viveu durante 48 anos debaixo de um regime de ditadura no qual as pessoas não se podiam exprimir livremente e eram oprimidas e por vezes torturadas, então um grupo de militares com o apoio dos populares devolveu a liberdade que nos faltava.
    Os cravos vermelhos foram o símbolo da revolução porque ao amanhecer as pessoas começaram a distribui-los pelos soldados e eles num gesto de paz os colocaram nos canos das espingardas.

    Poema de Sophia de Mello Breyner Anderson:
    “25 de Abril”

    Esta é a madrugada que eu esperava

    O dia inicial inteiro e limpo

    Onde emergimos da noite e do silêncio

    E livres habitamos a substância do tempo.

  4. paulo faria Says:

    Um excelente comentário, Diana. De facto, demonstras que estás bem informada acerca do 25 de Abril. Bom fim-de-semana.

  5. Ana Gomes Says:

    Olá,
    Sr. Professor queria lhe perguntar o quê que vai sair na ficha de trabalho. Eu anotei que eram os tipos de sujeito e a conjugação prenominal, mas tenho um pressentimento de que tem mais algum tópico para estudar.
    Por favor diga alguma coisa.
    Já publiquei os tipos de sujeito e tou a passar a conjugação prenominal.
    Até Amanhã.


  6. Olá professor eu passei aqui para lhe perguntar o q é q sai na ficha de trabalho.
    Fico á espera da sua resposta.

  7. Isabel Dias Says:

    A liberdade não é fazer o que queremos, mas o que devemos. A liberdade é viver com todos os nossos direitos e deveres. Ser livre implica ser responsável, porque a nossa liberdade termina quando começa a liberdade dos outros.
    Antes da Revolução do 25 de Abril, as pessoas não tinham liberdade. Por isso, é que no dia 25 de Abril de 1974 as pessoas se reuniram e se revoltaram por estarem fartas de não terem liberdade.
    Porém, actualmente, muitas pessoas não a sabem usar.
    Por isso, não basta querermos ser livres, é preciso saber preservar e utilizar a nossa liberdade.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: