Padre António Vieira – 400 anos

6 Fevereiro 2008

pantvieira.jpg

Óleo sobre tela de autor desconhecido, 1680 x 1280 mm. Casa Cadaval, Muge, Portugal.

Passam hoje 400 anos do nascimento do Padre António Vieria. Sendo um escritor cada vez mais longe dos programas escolares, não podia deixar passar em claro uma data que representa o nascimento de um dos maiores escritores de sempre da Língua Portuguesa. O próprio Fernando Pessoa até lhe chamou o “imperador da Língua Portuguesa”.

Também, segundo me parece, não se adivinham grandes comemorações, o que é pena. Da minha parte, é meu dever divulgar um escritor que marcou definitivamente a prosa da língua portuguesa.

Deixo-vos um texto pleno de actualidade:

«(…) A primeira coisa que me desedifica, peixes, de vós, é que vos comeis uns aos outros. Grande escândalo é este, mas a circunstância o faz ainda maior. Não só vos comeis uns aos outros, senão que os grandes comem os pequenos. Se fora pelo contrário, era menos mal. Se os pequenos comeram os grandes, bastara um grande para muitos pequenos; mas como os grandes comem os pequenos, não bastam cem pequenos, nem mil, para um só grande. (…) Olhai, peixes, lá do mar para a terra. Não, não: não é isso o que vos digo. Vós virais os olhos para os matos e para o sertão? Para cá, para cá: para a cidade é que haveis de olhar. Cuidais que só os Tapuias se comem uns aos outros? Muito maior açougue é o de cá, muito mais se comem os brancos. Vedes vós todo aquele bulir, vedes todo aquele andar, vedes aquele concorrer às praças e cruzar as ruas; vedes aquele subir e descer as calçadas, vedes aquele entrar e sair sem quietação nem sossego? Pois tudo aquilo é andarem buscando os homens como hão-de comer e como se hão-de comer.»

Sermão de Santo António aos Peixes, pregado na cidade de São Luís do Maranhão, em 1654.

E por ser hoje Quarta-Feira de Cinzas:

[…] Tudo temos no nosso texto, se bem se considera, porque as segundas palavras dele não só contêm a declaração, senão também a razão das primeiras. Pulvis es: sois pó. E por que? Porque in pulverem reverteris: porque fostes pó e haveis de tornar a ser pó. Esta é a forca da palavra reverteris, a qual não só significa o pó que havemos de ser, senão também o pó que somos. Por isso não diz: converteris, converter-vos-eis em pó, senão: reverteris, tornareis a ser o pó que fostes. Quando dizemos que os mortos se convertem em pó, falamos impropriamente, porque aquilo não é conversão, é reversão: reverteris. É tornar a ser na morte o pó que somos no nascimento; é tornar a ser na sepultura o pó que somos no campo damasceno[…].

(Igreja de Santo António dos Portugueses, Roma. Ano de 1670).

A terminar, no Sermão de Santo António, de 1670, Vieira dizia que “sem sair [de Portugal] ninguém pode ser grande”. E acrescentava: “Nascer pequeno, e morrer grande, é chegar a ser homem. Por isso nos deu Deus tão pouca terra para o nascimento, e tantas terras para a sepultura. Para nascer, pouca terra: para morrer, toda a terra: para nascer, Portugal: para morrer, o mundo.”

Assim foi. A 18 de Julho de 1697, na Baía, morreu Vieira no mundo. Tinha 89 anos e uma vida cheia. Num sermão de 1679, dizia: “Se servistes à pátria, que vos foi ingrata, vós fizestes o que devíeis, ela o que costuma.”

Anúncios

3 Responses to “Padre António Vieira – 400 anos”

  1. Carla Enes Says:

    Achei o post muito interessante.


  2. …“Nascer pequeno, e morrer grande, é chegar a ser homem. Por isso nos deu Deus tão pouca terra para o nascimento, e tantas terras para a sepultura. Para nascer, pouca terra: para morrer, toda a terra: para nascer, Portugal: para morrer, o mundo.”

    Os ” Sermões” do Padre António Vieira, além de inteligentes e lindos nos levam a reflexão…
    Parabéns pela escolha dos trechos dos “Sermões”.
    Vanice Ferreira ( estudante,Letras).


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: