Challenges2007

19 Maio 2007

Como já tive oportunidade de vos dizer, na quinta e sexta-feita estive presente na V Conferência Internacional de Tecnologias de Comunicação da Educação, que decorreu em Braga, na Universidade do Minho, a apresentar os resultados dos trabalhos dos nossos blogues.

Foi muito importante estar presente no Challenges 2007, porque permitiu trocar experiências em torno da inovação educacional com especialistas do nosso país e também estrangeiros. As pessoas com quem tive oportunidade de falar admiraram o vosso trabalho e deram os parabéns pela adesão a este projecto.

Aos alunos do 7º ano agradeço-vos todo o empenho que têm colocado no desempenho das tarefas propostas, em especial para aqueles que lêem e se dedicam à produção escrita como uma actividade continuada. Creio que já existem indicadores positivos e serão seguramente mais recompensadores com o passar do tempo.


Anúncios

7 Responses to “Challenges2007”

  1. Carlos Vaz Says:

    Este é um dos trabalhos que me despertou a atenção no Challenges. Ainda não tive a ocasião de ler o testo presente nas actas e a resolução do poster também não permite uma ideia geral, por agora.

    Também eu considero que a utilização das novas tecnologias poderá incrementar uma boa utilização da língua portuguesa. No entanto, as experiências são poucas e pouco divulgadas.

    Contrariamente ao que se julga, o trabalho com as NTIC em contexto educativo não vem “facilitar” a vida do professor, pois, geralmente, é sinónimo de um acréscimo de trabalho significativo para o docente. Tal poderá comprovar-se pela opção de cada aluno ter o seu blogue, neste caso específico, que requerem a moderação do professor. Estou na expectativa de encontrar no texto das actas uma explicação para esta opção, face à possibilidade de ter um blogue para todos os alunos.

  2. Paulo Faria Says:

    Olá, Carlos Vaz,

    de facto partilho inteiramente da opinião de que as tic não vêm tirar trabalho, antes pelo contrário: hoje sinto cada vez mais que tenho de responder a uma série de questões e que por vezes nem sempre é fácil. Por outro lado sinto uma relação muito mais próxima, muito mais cúmplice com os meus alunos. relato brevemente o caso de os alunos durante o período da Páscoa colocaram-me questões. Isto significa que a nossa vida, depois do horário normal na escola, não pára mais. Neste momento estou com sérias dificuldades em comentar os trabalhos que os alunos estão a produzir; não deixo, entretanto de os ler e de dar uma palavra de ânimo, no sentido de que têm de escrever sempre. Este projecto iniciou-se sem grandes objectivos, mas espero para o próximo ano lectivo poder dar um contributo mais intenso.
    Gostava já de introduzir uma nova dinâmica, que passaria por colocar pequenos vídeos como estratégia para levar os alunos escreverem sobre o que viam. embora já tendo pesquisado no Youtube ainda não encontrei nada que me fosse de encontro ao que pretendia.
    obrigado e bom trabalho.

  3. Aires Vaz Says:

    O cartaz está excelente e dá uma ideia do trabalho desenvolvido com e pelos alunos.
    Estou certo que será um projecto com continuidade que beneficiará os alunos e fará um professor assim sentir-se orgulhoso.

  4. paulofaria Says:

    Agradeço as palavras de incentivo e a a colaboração que tens prestado, ultrapassando largamente as tuas funções no âmbito da Coordenação TIC.
    Quanto aos resultados, há um aspecto que me parece positivo e merece ser realçado, que tem a ver com um número significativo de alunos dos 7º ano lerem e escrevem mais do que é normal; depois tenho dados (ainda não tratados) que revelam que o blogue é uma ferramenta que os motiva para trabalhar mais.
    Mas, como bem sabes, a aprendizagem de uma língua é um processo complexo, não comparável à resolução de uma equação, ou à aplicação de uma qualquer operação algébrica. Acredito que, nesta fase, o importante é optimizar os processos e os resultados serão uma consequência natural do trabalho desenvolvido.

  5. Diana Sá Says:

    Senhor professor Paulo Faria, comecei por folhear a revista “ Casas das Linguagens” na página 55 que é dedicada ao dia da Mãe consta um erro, o terceiro poema é da minha autoria, como pode confirmar pelo meu blogue, mas lá o nome que consta é “ Diana Miranda do Vale”.
    Agradeço desde já a sua atenção.

    Diana Sá Nº10 do 7ºB

  6. Paulo Faria Says:

    De facto tens razão, houve um erro na atribuição da autoria do poema.

  7. Cristina Maranhão Says:

    Peço desculpa por só agora me manifestar, mas ando perdida com o trabalho de e para as turmas (10) e desejaria que o dia fossem duas rotações para eu me re-orientar… só tenho a dizer que “uma única acção bem realizada vale por um milhão de boas intenções”, não sei quem disse mas sabia do que falava. Pude constatar o crescente empenho dos alunos assim como a motivação pela criação, o fazer algo seu. Parabéns.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: