Razões de um blogue

15 Fevereiro 2007

Este espaço é dedicado exclusivamente aos meus alunos do 7º ano, da Escola Básica Integrada de Vila Cova.

O desafio inicial foi simples: todos os alunos deveriam criar um blogue, no âmbito da disciplina de Língua Portuguesa.

Sem estar a enunciar todas as motivações que sustentam esta questão, uma das razões mais importantes está na vontade e no entuasiasmo que os alunos puseram neste projecto. Depois fomos conversando e foi decido que as obras do currículo de carácter obrigatório da disciplina e as de leitura opcional deveriam ser alvo de uma sinopse, de um comentário, de uma crítica, de um resumo para ser publicado no blogue individual de cada aluno. Da minha perta e em síntese, disse claramente a todos os alunos que pretendia fazer um portefólio digital, que funcionasse como uma ferramenta, cuja mais valia estaria patente na promoção da autonomia, da interactividade e da integração de textos, representando um estímulo no incremento da leitura e da escrita. Depois, considerando que a modalidade da escrita requer o domínio de técnicas e estratégias complexas, passando não só pelo uso com propriedade de um vocabulário tendencialmente mais alargado e correctamente crescente num plano ortográfico, produção escrita contempla processos cognitivos que implicam a formulação de objectivos, a redacção, a revisão e a sua avaliação. Neste sentido, a utilização frequente do processador do texto, e do próprio blogue, cremos francamente que poderá contribuir para um domínio mais sustentado das regras básicas da Língua Portuguesa.

Por fim, a criação deste blogue tem como objectivo nuclear contribuir para desenvolver a formulação de juízos de valor mais justos, mais clarividentes acerca do progresso individual de cada aluno, não só durante este ano lectivo mas também nos próximos dois anos.

Tarefa 1

7 Fevereiro 2007

Imagina que pertences a uma espécie animal que se encontra em extinção. Escreve uma carta a alertar para algumas medidas urgentes no sentido de preservar a tua espécie ou outras que estão em risco de desaparecer. Não esqueças que a carta tem uma estrutura específica que deves ter presente.