Teste de Língua Portuguesa

18 Outubro 2008

Abrimos aqui mais uma janela para possíveis dúvidas que possam surgir durante a preparação para o teste de língua portuguesa.

Recordo os pontos principais:

  • análise e interpretação de textos líricos;
  • noções de versificação (verso, escansão, estrofe; rima: tipos, acentuação, classe gramatical, terminação vocálica e consonântica);
  • recursos estilísticos e a sua expressividade (metáfora, assonância, aliteração, eufemismo, comparação);
  • utilização do particípio passado regular e irregular;
  • conjugação perifrástica;
  • análise morfológica e sintáctica (especial atenção às subordinadas temporais, causais, relativas, concessivas);

Relembro que o teste seguirá a estrutura dos exames nacionais e, como sabem, podem encontrar vários exemplos nas fotocópias já disponíveis na reprografia e no GAVE.

Bom fim-de-semana.

About these ads

20 Responses to “Teste de Língua Portuguesa”


  1. Obrigado por ter colocado os tópicos!!!
    Bom fim-de-semana

  2. Ana Gomes Says:

    Obrigado, assim já nos vai dar uma ajuda.

    Bom fim-de-semana

  3. paulo faria Says:

    Estou sempre deste lado. Se precisarem de ajuda, digam. Bom fim-de-semana e bom estudo.

  4. Joel Miranda Says:

    Obrigado por colocado os topícos!
    Continuação de bom fim de semana.

  5. Gabriel Vilas Boas Says:

    Obrigado professor.
    Assim já sei por onde estudar.
    Continuação de um bom fim-de-semana.

  6. paulo faria Says:

    Tenham presente que o vosso caderno diário deve ser o ponto de partida para o vosso estudo; depois, o manual tem informações muito importantes, sobretudo as assinaladas na aula.

    Se tiverem dúvidas, digam. Bom domingo.


  7. Boa Tarde!
    Era para lhe perguntar se temos de saber o conceito de viagem, mar e chuva acerca do texto lírico.
    Tem de se saber isso?
    E já agora se não fôr incomodo, pode-me explicar o que é assonância?
    Aguardo por uma resposta.
    Obrigado!

  8. Diana Sá e Ana Rita Duarte Says:

    Boa tarde senhor professor.
    Eu e a Rita estivemos a ler os tópicos e relativamente à assonância não percebemos muito bem. Se pudesse explicar agradeciamos.
    Obrigado pela atenção, aguardamos a resposta.

  9. Diana Sá Says:

    Senhor professor o poema “Solidão” que está no meu blogue é da minha autoria.

  10. Sara Branco Says:

    Professor,
    não se esqueça de levar amanha para a escola aquele livro que me falou, da história da literatura.

    Obrigado.

  11. Helena Costa Says:

    Para o João,a Diana e a Rita:

    Assonância consiste na repetição prepositada de vogais para aumentar a expressividade do texto.

    Ex.:

    Já que não És capaz
    dos Efes e dos Erres
    dEssa solErte mão
    que É a que prefEres.

  12. Ana Rita Duarte Says:

    Muito obrigada Helena!

  13. Joel Miranda Says:

    Obrigado, Helena!

  14. Diana Sá Says:

    Obrigada Helena,

    Mas depois de uma pesquisa neste mundo de informação digital, fui capaz de perceber melhor o que era assonância.

    Outro exemplo é:

    “As mAÕS do mar que vêm e vÃO,
    As mÃOD do mar pela areia
    Onde os peixes estÃO”

  15. paulo faria Says:

    O conceito de assonância é semelhante ao de aliteração, mas aqui pela repetição dos sons vocálicos, em situação de sílaba tónica.

    Depois, não se trata de saber o conceito de mar, ou de viagem; o que nós explorámos foi o seu sentido simbólico e para isso devem recorrer ao manual e ao vosso caderno diário.

    Até amanhã. E boa sorte.

    É muito interessante ver que o sentido de colaboração entre vocês.

  16. Altina Says:

    Olá Paulo,
    Olá participantes nesta troca de reflexões,

    Já viram como conseguimos ajudar-nos uns aos outros de modo tão simples e eficaz? Claro que é preciso trabalhar para isso, mas refiro-me ao que esse trabalho ganha quando partilhado online.
    Encontrei aqui http://amorizade.wordpress.com/2007/01/04/assonancia/
    um exemplo de assonância através de uma forma de arte diferente da literatura. Pena não estar identificado.
    A música também se articularia bem, está implícita, acho.
    Vou adaptar esta ideia de dúvidas à solta a uma das minhas disciplinas e logo vos digo como está a correr.

    Desejo-vos, depois de muito trabalho, sucesso no teste. E, a próposito, cito um pensamento e desafio-vos a encontrar o autor: “o único lugar onde sucesso vem antes de trabalho é no dicionário”
    :)
    Altina

  17. paulo faria Says:

    Olá professora,

    é um dos temas recorrentes das nossas conversas o aprender a escrever, como ensinar, como desenvolver a escrita… no fundo falámos muito de como conseguir sucesso nos testes, nos exames, na vida. E nestas conversas é inevitável o lugar comum do trabalho, porque nada se consegue sem treino.

    Em jeito de brincadeira, no início do ano, disse que conhecia o Michael Phelps e se quisessem poderia interceder para que ele viesse à nossa escola dar aí umas cem aulas de natação. Mas atenção – teóricas, nada de prática. Então, fomos conversando e para aqueles que não sabiam nadar essas aulas de pouco valeriam.

    Penso que o exemplo traduz bem a atitude que temos de ter perante a vida e as nossas coisas. E em relação ao escrever, a questão é que não se ensina mesmo, aprende-se.


  18. Professor amanha vai entregar os testes?

  19. paulo faria Says:

    Ó João, mas tu calculas quando tempo demoro a corrigir cada teste? Então posso assegurar-te que demoro entre 15 a 20 minutos; agora é só fazer contas…
    Uma boa noite.


Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

%d bloggers like this: